quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Dando entrada no Hospital


Dia 29/01/2013 - Falta exatamente um dia para meu renascimento!!!! Se estou com medo? NEM PENSAR!! Deus e Nosso Senhor Jesus estão comigo e vão na frente.. Estou é muuuuuito feliz!
Dei entrada no Hospital da Cidade às 17 horas... tivemos que pagar somente o Eletrodo Bis (R$ 475,00) que a Unimed não autorizou...
Já estou instalada, morrendo de dor de cabeça... mas não pude deixar de registrar esse momento aqui no blog.
Estou amando ser mimada e receber várias mensagens de boa sorte!! É muito bom a sentir-se especial!!
O Dr. Clóvis (anestesista) já passou no quarto par me ver e recebi a maravilhosa notícia que será de manhã minha cirurgia!!!
Por enquanto sem maiores novidades... descansar um pouco e esperar o Dr. Lucas vir me ver!!

Mulher é vaidosa...

Hoje aproveitei para ir ao salão e fazer as unhas.. Meu marido perguntou: Mas você vai fazer cirurgia, não vai passear!
A minha resposta foi bem simples: eu sou mulher, mereço ficar bonita, é não é uma simples cirurgia... É meu renascimento! Vou sair do hospital outra mulher... Porque não arrumar-se para uma ocasião tão especial como essa?

Arrumando as coisas!

Tudo pronto... Exames, laudos, mala com tudo dentro... Um livro para distrair até amanhã!
Mesmo eu no estar me sentindo nervosa, minha menstruação que era para o dia 06 de fevereiro, resolveu aparecer hoje de manhã... Não queria operar menstruada... Mas! Ouvi relatos que é completamente normal, pois o corpo reage em situações de estresse.
Agora vou deitar um pouco, depois tomar um banho e ir para o hospital!

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Minha dieta Líquida!


A dieta líquida logo após a cirurgia bariátrica é fundamental para a cicatrização no novo estômago. 
* As náuseas e vômitos são um problema comum ao ingerir um pouco a mais do que a capacidade de seu novo estômago.
Sempre preste atenção aos sinais de saciedade de seu corpo. Você pode sentir pressão ou estufamento no centro do seu abdome ou pode se sentir nauseado. Qualquer que seja o sinal, PARE DE COMER. Uma bocada a mais pode causar dor e desconforto. Nesse post irei disponibilizar a minha dieta passada pela minha Nutricionista e algumas dicas de preparos.

Planejamento da Dieta Líquida para 15 dias – Rita Durante

Dra. Ana Maria Bueno

8h até 9h: 1 xícara de leite desnatado (ATÉ 100 ml), adicionando 2 colheres de sopa de suplemento alimentar FORTIFIT.
* ÁGUA
9h até 10h: 1 copinho de isotônico (até 100 ml) gatorade ou Marathon
* ÁGUA
10h até 11h: 1 copinho de suco natural: maça, laranja pera com cenoura, mamão (até 100 ml)
* ÁGUA
11h até 12h: 1 potinho de iogurte desnatado ou light (até 100 ml)
* ÁGUA
12h até 13h: 1 xícara média/grande de caldo de carne com legumes, coado (até 200 ml)
* ÁGUA
13h até 14h: 1 copinho de água de coco (até 100 ml)
* ÁGUA
14h até 15h: gelatina dietética (de 3 a 4 colheres de sopa)
* ÁGUA
15h até 16h: 1 copinho de leite desnatado (até 100 ml)
* ÁGUA
16h até 17h: 1 xícara pequena de chá claro sem adoçar (até 100 ml)
* ÁGUA
17h até 18h: 1 copo de suco de frutas natural ou polpa COADO (até 100 ml)
* ÁGUA
18h até 19h: 1 xícara média/grande de caldo de carne com legumes, coado (até 200 ml)
* ÁGUA
19h até 20h: 1 copinho de suco natural: maça, laranja pera com cenoura, mamão (até 100 ml)
* ÁGUA
20h até 21h: 1 copinho de isotônico (até 100 ml)
* ÁGUA
21h até 22h: 1 copo de leite desnatado (até 150 ml) com 2 colheres de sopa de leite em pó Desnatado.
* ÁGUA
22h até 23h: 1 xícara pequena de chá claro (até 50 ml)

*** OBS: Nos intervalos das refeições consumir bastante líquidos (até 2 litros por dia) Ex: Água sem gás, chás claros, água de coco, sucos naturais, sempre EM PEQUENOS GOLES (20ml a 25ml a casa 3-5 minutos)
  Quantidade diária:
 ·          LEITE/IOGURTE: no mínimo 600ml (proteína)  -
·         CALDO: 400-500ml divididas entre almoço e janta.
·         ISOTÔNICO: apenas 1 garrafa por dia de 473ml, qualquer sabor.
·         ÁGUA DE COCO: 500 ml POR DIA
·         GELATINA DIET: de 3 a 5 colheres de sopa, comer com colher de chá!

Os caldos devem tomados com colher sempre.

 CARNESLEGUMES VERDURAS TEMPEROS 
BOI
(músculo, coxão duro, lagarto, sem gordura) 
Abobrinha
Abóbora
Cenoura
Mandioquinha
Beterraba
Batata
Tomate
Vagem
Chuchu
Espinafre
Escarola
Couve
Acelga
Repolho
Alface
Agrião
Catalônia
Cebola
Alho
Louro
Salsão
Salsinha
Alho-poró
Orégano
Manjericão
Sal
FRANGO(peito, coxa, e sobrecoxa sem pele)
PEIXE
(cação em postas sem pele e sem espinha)

Você pode utilizar:

• 1 tipo de carne
• 2 tipos de legumes
• 1 tipo de verdura
• Temperos a gosto

Cozinhá-los com água, sem utilizar óleos, gorduras, temperos prontos e depois de cozidos, passar em peneira fina sem amassá-los e sem bate-los no liquidificador , consumindo só o caldo.
Observações:
- Procure variar as misturas, senão você terá sempre o mesmo sabor nos caldos. 

Vídeo Cirurgia (CENAS FORTES)

Vídeo explicativo de como é feita a cirurgia bariátrica Bypass em Y de Roux por videolaparoscopia. 

video



*Cirurgia Bariátrica - bypass (gastroplastia redutora com derivação gastrojejunal por vídeo-laparoscopia - www.gastrosite.com.br
Hospital Centro Médico Campinas




O Significado da Borboleta!

Sempre tive fascínio por borboletas.. ao descobrir que elas são os símbolos dos bariátricos eu amei!!!

Achei esse texto e acho que diz TUDO:
"A borboleta possui diversos significados nas diferentes culturas. Mas está sempre associada aos processos de:
Mudança
Metamorfose
Transformação
Viagem
Libertação
Morte e Renascimento...
Ela está relacionada à Alma, ao Espírito, ao Sopro Vital – à individualidade que possuímos enquanto seres.
A borboleta nasce lagarta. Rasteja pelo chão e conhece o mundo sob esta perspectiva. Vive desta forma até que seja chamada pela Natureza e compelida a iniciar o processo em busca de si mesma e de seu estado final.
Envolve-se numa pupa, torna-se crisálida e fica alheia ao mundo, voltada para si mesma, sofrendo transformações físicas que a prontifiquem para o momento de saída do casulo e a nova vida a seguir.
Luta para sair do casulo. Suas asas, ainda enrugadas, não lhe permitem o vôo imediato. De repente aprende a voar e passa a ver o mundo sob uma nova perspectiva: enxerga o chão, onde outrora viveu, agora de cima. E aprende novamente a lidar com seu novo ambiente, já neste momento, apropriada do céu e da terra.
A trajetória de nossa vida pode ser comparada ao processo da borboleta. Nascemos com certas características, passamos por situações que nos propiciam aprendizado e lapidação do nosso estado e estamos sempre em busca de nos tornarmos melhores – voando em todas as direções com asas multicoloridas.
Mas esse processo não é tão uniforme assim. A metamorfose da borboleta possui início, meio e fim. A nossa parece cíclica, uma vez que passamos por várias situações em que sentimo-nos lagartas, tornamo-nos crisálidas e depois lindas e livres borboletas, donas de céus e terras.
Aprendemos a conhecer nossas potencialidades, buscamos adaptação ao nosso habitat, nos voltamos para nós mesmos, procuramos a reflexão, articulamos idéias, tomamos decisões, partimos para ações, conquistamos mudanças efetivas...
. Estamos sempre em transformação. No cotidiano de nossas vidas, enquanto espíritos em aprendizado, enquanto seres humanos que buscam ser melhores, na situação de análise de uma vida inteira ou das fases que vêm e vão o tempo todo.
Estamos a cada instante nascendo e morrendo. Olhando para nós mesmos e nos transformando. Trilhando a caminhada da nossa existência com o compromisso de nos tornarmos melhores, livres, com imensas asas coloridas dominando a nós mesmos, céus e terras."

Cicatricure Funciona?




 Um pergunta que se repete é “Cicatricure Gel funciona?” sem dúvida o que o creme promete realmente é tentador, por isso resolvi colher algumas informações e traze-las para vocês que se fazem a mesma pergunta.

De acordo com alguns médicos nenhum benefício está comprovado, porém, diversos testes estão sendo realizados e alguns até relataram alguma melhora após o início do uso, principalmente em casos de cicatrizes pequenas e manchas leves.

  • Segue a bula do Cicatricure:


Cicatricure Gel ajuda a reduzir a inflamação e as cicatrizes desvanecem-se gradualmente, se normal, hipertróficas e quelóides.

Entre os ingredientes ativos principais da Cicatricure Gel são aquelas de origem natural, tais como: extrato de cebola (Allium cepa), extrato de camomila (Chamomilla recutita) Extrato de tomilho (Thymus vulgaris), extrato de pérola, extrato nogueira (Juglans regia), extrato de babosa (Aloe vera), gotu kola extrato e óleo essencial de bergamota (Citrus aurantium bergamia). 
O processo de cicatrização é a forma como a cura do corpo e substitui perdidas ou danificadas da pele. A cicatriz geralmente é composta de tecido fibroso. As cicatrizes podem ser o resultado de infecções, cirurgia, lesão ou inflamação do tecido e aparecer em qualquer parte do corpo, a sua composição varia de modo a aparência pode ser liso, irregular, afundados, ou de corantes, como pode ser que a dor ou comichão . O aspecto final da cicatriz depende de muitos fatores, incluindo o tipo de pele, localização do corpo, a direção do ferimento e idade. 
Há muitos tipos diferentes de cicatrizes, incluindo: 
*Cicatrizes quelóide 
Arredondados, aglomerados irregular e cicatriz grossa, que crescem no local de uma ferida, mas além das bordas da ferida. Eles são freqüentemente vermelhas ou escuras em comparação com a pele normal ao redor. 

*Quelóides são formados a partir de colágeno, que o corpo produz depois de uma ferida cicatrizada. 

*Cicatrizes hipertróficas são semelhantes às cicatrizes queloideanas, mas seu crescimento é confinada às bordas da ferida. Essas cicatrizes podem também aparecer vermelho, e são geralmente grossos e elevados. cicatrizes hipertróficas geralmente começam a se desenvolver semanas após a lesão de pele. Eles podem melhorar naturalmente, embora este processo pode demorar até um ano ou mais. 
Agindo individual ou coletivamente cada um dos seus princípios ativos de Cicatricure ® Gel dá a atenuação progressiva das cicatrizes, estimulando a regeneração da pele melhorando sua textura e cor. 
- Reduz a cor da formação de quelóides e até mesmo tom da pele 
- Reduz a profundidade das estrias visíveis 
- Cicatrizes causadas por queimaduras ou acne 
Instruções: 
Para cicatrizes recentes, aplicar generosamente Cicatricure creme sobre a cicatriz 4 vezes ao dia durante oito semanas, e as cicatrizes e estrias anterior aplicado três vezes ao dia durante um período de 3-6 meses. 
Precauções: 
Para uso externo. Não aplique sobre a pele irritada ou ferida. Interromper o uso se surgirem sinais de irritação ou erupção cutânea. Manter fora do alcance das crianças. Não aplique em feridas abertas ou que não estejam completamente curados. 

Dieta Pré Operatória

Hoje comecei a dieta liquida pré-operatória!!
Achei que seria mais difícil, mas estou indo muito bem! Pensei que por estar só no líquido iria sentir fome.. Mas acredito que a minha preparação psicológica está influenciando bastante.

A preparação pré-cirurgia é um dos pilares que irá garantir o maior sucesso após o procedimento. Por isso, ao tomar essa importante decisão na minha vida, me comprometi a fazer de forma correta, procurar orientação alimentar, emocional e física, garantindo assim qualidade de vida e manutenção do meu peso.

A família também deve participar desse processo de preparação junto com comigo. Isso porque nos primeiros meses do pós-operatório ficamos mais sensíveis e com uma série de restrições alimentares, cabendo à família adequar seu cardápio a essas mudanças. Muitos são os relatos de bariátricos angustiados, porque os pais, maridos ou esposas continuam comprando ou mesmo preparando alimentos "proibidos" nessa etapa, gerando angústia e incertezas. Outras vezes deixam espalhados pela casa alimentos que o paciente adora e que está proibido de comer, como chocolates, refrigerantes e salgadinhos.


Outro ponto importante que deve ser desmistificado é o fato de as pessoas acreditarem que a cirurgia é o fim de meu problema com o peso, o que nem sempre é verdade.. Afinal, é necessário toda a mudança nos meus hábitos alimentares para que o peso seja mantido com saúde.
Sopinha deliciosa!!!

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Redefinindo Valores!!


Quando alguém morre de uma hora para outra, quando sofremos um grave acidente, quando um filho nasce, ou quando, no nosso caso, deixamos de comer milhares de calorias para ficar na cada das centenas é inevitável que o ocorra algumas redefinições de valores em nossas vidas...
Eu já havia feito  algumas análises em determinados momentos durante minha vida. Quando era bem pequena por não conseguir me comportar como "esperavam" na escola... depois com meus pais... e adulta para enfrentar algumas dificuldades da vida.
Hoje, peguei-me a analisar mas com outro olhar. Tentando descobrir o motivo de algumas coisas..
Por exemplo, algo que não podemos mudar é como as pessoas veem como nos relacionamos com a comida. Você sente vontade desesperada de comer tudo o que tem vontade, mas não pode pois tem medo de ouvir piadas, ou que vai explodir, que está comendo demais, etc. 

A consequência? Ninguém sabe lidar com o impulso de comer. Essa dieta da privação só faz quem tem tendência, quem já descarrega tudo na comida comer mais... porque quando tem você  sente-se no dever de aproveitar... Então quando eu ia ao supermercado e comprava um monte de lixo e comia escondida no fundo eu estava aproveitando.

Quando falam de reeducação alimentar não é só saber comer X vezes por dia, tais e tais alimentos... É saber dizer não para o que lhe é ofertado. Já reparei que as pessoas que conseguem manter o peso (não as que tem o metabolismo privilégiado  que comem de tudo, mas as que se não se preocuparem engordam), trabalham no regime da concessão. Essa semana eu fiz tudo direitinho, então posso errar em um dia do final de semana.

Aqui em casa foi sempre diferente. Fiz tudo direitinho, uma vez que pisei na bola já era motivo de mandar tudo para o espaço e comer feito louca.
Então, mais importante do que a cirurgia em si, em cortar radicalmente as calorias é ver que preciso mudar a forma como encaro os obstáculos na dieta. É dedicar-me inteiramente ao objetivo.. 
Eu já entendi que a cirurgia não é mágica, não precisam ficar repetindo! Sei muito bem que o sucesso da minha recuperação vai depender de mim, E SOMENTE DE MIM!! Fico "p" da cara quando vejo principalmente os parentes desacreditando, pois sempre me viram comer "desesperadamente", pensei "deixa... eles vão ver!!" Mas ai pensei também... que se Fo.. não preciso provar nada pra ninguém! Eu sei que sou capaz, afinal... foi tão sofrido chegar até aqui, sei que a recuperação não é nem um pouco fácil, e mesmo assim vou pôr tudo a perder!  NEM PENSAR!!!


Sim, redefini muita coisa nesses 3 meses que estou correndo atrás da minha cirurgia, e estou disposta a mudar não somente meus hábitos alimentares, mas tudo.. meu pensamento, minha rotina, minha vida.. Sair literalmente desse casulo que há anos vivi... É crer para ver!!!

Comilanças...

Essa postagem pode haver controvérsias... Mas sim, eu resolvi comer tudo o que eu tive vontade no decorrer de duas semanas que antecede minha cirurgia... Tudo mesmo... Sem dó nem piedade hahahahahah


Então resolvi compartilhar com vocês as delícias que eu fiz para minhas "despedidas", umas por um tempo... outras PARA SEMPRE!!!

Filé de Tilápia com cebola e tomate em rodelas, azeitona e purê de batata gratinado!!! 

Filé de Frango ao molho de laranja e passas, arroz branco e salada!

Camarão na Moranga e Ostras cozidas!!

Batata Frita com bacon e queijo!!

Deliciosos Sushis feitos por mim!!


Maravilhoso pão da minha mãe Claudir!!!

Sem falar nos churrascos que fizemos... E as maravilhosas jantas feitas com muito carinho pela minha tia Cleusa...
E para encerrar hoje saímos jantar, meu marido Igor, meus pequenos George e Calvin e euzinha para jantar no restaurante Rancho Chapão !!!!

E por hoje chega... amanhã começo a dieta liquida!! Chega de comilança!! Pra nunca mais... mudança de corpo e alma agora!!! Por mim... Felicidade que só eu sei!!!

Tirando mais algumas dúvidas!!


* LEMBRANDO QUE AS RESPOSTAS SÃO BASEADAS EM PESQUISAS E TROCA DE EXPERIÊNCIA COM OUTROS BARIÁTRICOS!!

O que é obesidade?

Obesidade é uma  doença crônica caracterizada por excesso de gordura no organismo com conseqüente aumento de peso. É considerado obeso o individuo com IMC (índice de massa corporal) maior ou igual a 30.

O que é IMC?

IMC significa “índice de massa corporal” e é um dos indicadores de obesidade. Serve como parâmetro para recomendação do tipo de tratamento.

O que são comorbidades?

São doenças associadas à obesidade.

O que é fístula?

É um escape (vazamento) na cirurgia. Os líquidos ingeridos acabam saindo pelos grampos, exteriorizando-se pelo dreno ou pela cavidade abdominal, causando dor e febre. O tratamento é realizado com jejum, ingestão de antibióticos e, em alguns casos, dieta por sonda. Nos casos mais graves, o paciente precisa ser submetido a uma cirurgia para limpeza do vazamento e fechamento do orifício para que ocorra a cicatrização.

O que preciso levar para o hospital?

Deve-se levar os exames e objetos de uso pessoal.

Como enfrentar a dieta do pós-operatório?

A dieta no pós-operatório é obrigatória. Para enfrentá-la, é muito importante a ajuda da psicóloga e da nutricionista. Quem não segue a dieta para a qual é orientado pode ter complicações e, até mesmo, sofrer risco de vida.

Como cuidar do corte no pós-operatório?

O ideal é deixar o corte sem curativo, lavar com sabonete anti-séptico, manter a área seca e passar spray de merthiolate. No orifício do dreno, após a retirada, recomenda-se mantê-lo coberto com curativo até parar de sair secreção.

Quando fazer ginástica, ter relação sexual, pegar peso, subir escada e dirigir?

  • Hidroginástica – 20 dias;
  • Ginástica aeróbica – 30 dias;
  • Musculação – 30 dias;
  • Relação sexual – 20 dias;
  • Dirigir – 20 dias;
  • Subir escadas – logo que chegar em casa, desde que seja devagar;
  • Segurar bebê no colo – depois de 20 dias.
******* LEMBRANDO QUE ESSES TEMPOS PODEM VARIAR DE MÉDICO PARA MÉDICO, FALE COM O SEU PARA SABER O TEMPO EXATO!!!

O que é síndrome de dumping?

A síndrome de dumping ou esvaziamento rápido é causada pela ingestão de açúcar, de alimentos ricos em carboidratos, como pão, batata e massas ou muito gordurosos. Ocorre devido à chegada muito rápida do açúcar ao intestino e às mudanças no trânsito alimentar causadas pela cirurgia. Essa concentração repentina de açúcar faz com que o intestino absorva água do organismo para diluir este açúcar, podendo provocar sintomas como: sudorese, tremor, visão turva, sensação de desmaio, cólicas abdominais e diarréia, seguida de intensa fraqueza.

O que tenho que fazer quando tiver dumping?

Sentar ou deitar. A sensação de aceleração dos batimentos cardíacos, mãos úmidas, pegajosas, suador, tremores, passa em menos de trinta minutos. Anote o que você acabou de beber ou comer. Após alguns episódios de dumping o paciente se torna capaz de reconhecer que alimentos e bebidas devem ser evitados. Não insista nesses alimentos.

O que é hipoglicemia? Quais são os sinais e sintomas de hipoglicemia?

É quando a taxa de glicose (açúcar) no sangue fica abaixo do normal, causando sinais e sintomas que aliviam com a alimentação.Os principais sintomas são aceleração dos batimentos do coração, escurecimento da visão suador, mãos úmidas e pegajosas e uma sensação de enjôo. Os sintomas podem vir isolados ou associados.

O que vai acontecer se eu comer muito?

Além da sensação de empachamento (cheio), o paciente pode apresentar vômitos e refluxo do alimento. Isto pode ser previsto pelo paciente quando ele começa a sentir-se satisfeito. Quando começar a se sentir satisfeito (cheio) pare de comer.


Posso beber bebidas alcoólicas ou fumar após a cirurgia?

Tanto o álcool quanto o fumo são extremamente prejudiciais a sua saúde. Por essa razão não indicamos!

Quando vou conseguir comer depois da cirurgia?

Você estará liberado (a) para comer, ou seja, fazer uma dieta geral, no segundo mês após a cirurgia, mas com restrições de volume de alimento. O ideal é utilizar pratos e talheres de sobremesa até se adaptar à quantidade de alimento que deve ser ingerida, pois, se insistirem grandes volumes de comidas, poderá passar mal, o que prejudicará o resultado.

Vou ter que tomar vitaminas para sempre?

Dependendo da técnica utilizada sim, terá que fazer  uso contínuo.

De que tamanho vai ficar meu estômago?

O tamanho do seu estômago, geralmente, ficará em torno de 4– 5 cm, com passagem de aproximadamente 12 mm.

Como fica a outra parte do estômago?

Fica exclusa, ou seja, o alimento não passa mais por ela, porém continua funcionando, pois se mantém ligada a vasos. Hoje em dia, existem aparelhos de endoscopia para examinar essa parte, quando necessário. Em caso de câncer é mais fácil desenvolver no estômago menor, já que, no desenvolvimento, faz parte a carga genética associada a fatores carcinógenos. Mas, em casos de suspeita, podemos examinar.

Vou ter anemia depois da cirurgia?

Não é comum. Somente se houver um excessivo sangramento menstrual, no caso das mulheres, ou se não se alimentar adequadamente. Por isso, é importante o acompanhamento com a nutricionista e a freqüência de 6 em 6 meses ao médico para a realização de exames.

Vou emagrecer demais?

É necessário o acompanhamento nutricional, pois o paciente tem que perder só a gordura. Mas, se não tiver uma alimentação adequada e não fizer atividade física, poderá perder massa muscular e ficar com aspecto de “doente”.

É obrigatório fazer atividade física?

Não é obrigatório, mas é o ideal. Sem atividade física, o paciente pode ficar com excesso de flacidez, principalmente nos braços e na região interna das coxas.

Tenho que perder peso para fazer a cirurgia?

Em alguns casos, sim. Principalmente nos pacientes com IMC de 50 ou mais. Isso é solicitado para diminuir  o risco cirúrgico e evitar complicações.

Quem tem problemas de vesícula ou hérnia de hiato pode fazer a cirurgia?

Pode. Geralmente, faz-se o processo de cirurgia associada, mas cada caso é avaliado e discutido em consulta.

Quanto tempo demora a cirurgia?

Depende de cada caso, mas geralmente varia entre 1 e 3 horas.

Quanto tempo vou ficar internado(a)?

De 2 a 3 dias, mas tudo depende da evolução de cada um.




Organizando as Coisas...


Hoje é dia de dar mais uma organizada nas coisas... Faxinei toda a casa... arrastei os móveis para deixar tudo pronto e não precisar me preocupar com isso amanhã.
Como vou para o hospital quarta-feira de manhã, resolvi que amanhã não quero fazer nada... Iniciarei minha dieta líquida e vou repousar o máximo que der!

domingo, 26 de janeiro de 2014

Arrumando a Mala!



Faltam 02 dias para eu ir para o hospital, mas já preparei uma lista do que levar.

- 2 pijamas
- 4 calcinhas
- 1 soutiens
- chinelo
- 1 muda de roupas limpas e confortável para voltar pra casa
- 1 toalha de banho e 1 de rosto
- prendedores de cabelo
- escova e pasta de dente
- escova de cabelo
- sabonete liquido e bucha 
- desodorante, perfume e hidratante
- exames e documentos
- Laptop e carregador de celular.

Acho que não estou exagerando, né? 
Será que estou esquecendo de alguma coisa?? Aceito sugestões!! 

Minha cirurgia: Bypass Gástrico em Y de ROUX (Cirurgia de Capella)

1- O que é o Bypass gástrico?
O Bypass gástrico é a cirurgia de redução de estômago mais frequentemente realizada, sendo conhecida também como Gastroplastia em Y de Roux ou cirurgia de Fobi-Capella.

2- Como é realizada esta cirurgia?
Nessa cirurgia, o estômago é reduzido a um tamanho aproximado de 30 -40 ml, por meio da utilização de instrumentos chamados grampeadores cirúrgicos. Em seguida, o estômago reduzido é ligado diretamente ao intestino delgado (jejuno). O alimento ingerido irá assim percorrer 100cm de jejuno, para então receber as secreções digestivas vindas do restante do estômago, figado e pâncreas, na ligação entre a alça alimentar e a alça bilio-pancreática, chamada entero-anastomose. A partir daí, há mais 3 ou 4 metros de intestino pela frente, aonde ocorrerá a absorção de alimentos (alça comum). Não é retirado nenhum pedaço de intestino. Pode ser realizada por video-laparoscopia (pequenos cortes, com auxilio de vídeo) ou por laparotomia (corte grande). Normalmente é deixado um dreno (tubo de silicone) com o qual o paciente vai para casa e é retirado após 7 dias.

3- Quais são as vantagens e desvantagens desta cirurgia?
As maiores vantagens dessa cirurgia estão na boa perda de peso (35 a 40% em média) e na boa manutenção do peso ao longo dos anos, na grande melhora na saciedade (o paciente sente menos fome) e no bom controle do diabetes, nos pacientes acometidos desta afecção. As desvantagens estão no fato de ser este um procedimento irreversível, na necessidade do uso de suplementos vitamínicos para o resto da vida e na possibilidade de reganho de peso a longo prazo, em particular nos pacientes comedores de doce ou carboidratos em excesso, beliscadores e naqueles muito sedentários.

4- Como é o pós-operatório?
No pós-operatório imediato a maioria dos pacientes é encaminhada a sala de recuperação pós-anestésica e posteriormente ao apartamento hospitalar ou enfermaria. Alguns pacientes necessitam permanecer na UTI no primeiro dia de pós-operatório. Recomendamos que os pacientes comecem a caminhar tão logo estejam bem acordados pois essa medida ajuda a previnir a trombose venosa nas pernas e outras complicações. No pós-operatório imediato o paciente permanece em jejum. No dia seguinte pela manhã receberá para beber uma solução com um liquido azul (“azul-de-metileno”) que tem por objetivo testar o grampeamento e a costura do estômago. Sendo o teste negativo (sem ocorrer vazamento do liquido azul pelo dreno e com eliminação do mesmo pela urina)(NÃO SEI SE TODOS FAZEM ESSE PROCEDIMENTO) é liberado água, chá e caldos para o paciente beber conforme orientação passada previamente pela nutricionista da equipe. Na maioria dos casos o paciente recebe alta hospitalar após 48 horas da cirurgia, com as orientações de dieta passadas pela nutricionista. Retorna ao consultório para retirada dos pontos e do dreno entre o 6º e 8º dia de pós-operatório.

5- Quais as possíveis complicações nesse tipo de cirurgia?
Complicações clínicas (cardíacas, pulmonares, renais) pode ocorrer após qualquer tipo de cirurgia, sendo mais freqüentes após cirurgias de alta complexidade e em pacientes portadores de doenças de base predisponentes. O Bypass é uma cirurgia de alta complexidade e os pacientes são submetidos a avaliação clínica rigorosa no pré-operatório para diagnosticar e controlar condições pré-existentes.
As complicações cirúrgicas imediatas mais graves são o sangramento e a infecção. A infecção pós-operatória decorre geralmente de uma “fistula” ou vazamento do conteúdo gástrico ou intestinal por entre os grampos ou pelo local de costura do estômago ou do intestino. Pode levar a infecção grave e deve ser tratada precocemente, assim que se fizer o diagnóstico. A incidência desse tipo de complicação atualmente é baixa (aproximadamente 1%), dada a experiência adquirida com o método. Embora pouco freqüente, essa complicação pode levar ao óbito caso o diagnóstico seja feito tardiamente e/ou o paciente não responda às medidas terapêuticas adotadas.
As complicações tardias estão mais relacionadas a aspectos nutricionais. O desvio intestinal dificulta a absorção de alguns micronutrientes (ferro, cálcio, zinco, etc...)e algumas vitaminas (B12, B1, D). Por esta razão, pacientes submetidos a este método devem fazer uso regular de suplementos vitamínicos e minerais, além de realizar exames laboratoriais com certa freqüência, para dosagem desses elementos. Outra possível complicação tardia, que pode ocorrer em qualquer tipo de cirurgia em que se manipula o intestino, é a formação de aderências que eventualmente (incidência rara) podem predispor a ocorrência de obstrução intestinal e que requer tratamento cirúrgico.

FONTE: http://www.controledaobesidade.com.br/ct/tratamentos/Bypass.aspx

Faltam 3 dias!!!!


Nossa... Nem acredito que faltam somente 3 dias... A ansiedade está tomando meu corpo de uma forma impressionante!
Não estou com medo, pois tenho certeza absoluta que vai dar tudo certo!
Na verdade quero que chegue logo o dia, pois quero me libertar dessa angústia, dessas dores... Sei que elas não irão sumir logo depois da cirurgia hahaha mas já é o primeiro passo para acabar esse sofrimento que não tem fim.
Faz uma semana que não consigo dormir direito. Cada vez que deito para descansar começo a pensar em um monte de coisas... Essa noite me superei, fui dormir quase 7 horas da manhã! Passei o dia inteiro super chata e com dor de cabeça... Acho que hoje vou tomar um remédinho pra dormir!!!

                                                                  Quase láááá.... 

PERGUNTAS FREQUENTES

  
Resolvi postar aqui as perguntas que mais me fazem desde que decidi fazer a cirurgia. Não sou especialista em nenhuma área da saúde, por isso todas as minhas respostas são baseadas nas perguntas que fiz aos meus médicos, conversando com outros bariátricos e em minha própria experiência, o que não significa que vai ser igual para todo mundo!!!

Quanto tempo leva do dia da primeira consulta até a cirurgia? 

Isso depende muito. 
Pelo SUS existe uma fila de espera que vai depender do Estado e da cidade que você mora. Pelo que tenho lido leva em média 2 a 4 anos.
Particular leva uns 2 meses, e convênios uns 3. Mas tudo isso depende da agenda dos médicos e do tempo que você levar para fazer os exames.

Você não tem medo de morrer com a cirurgia? Já ouvi muitas histórias de gente que morre por causa desse tipo de procedimento!

NÃO. Eu não tenho medo de morrer pela cirurgia, e sim pelos fatores de risco que a obesidade mórbida me trazem. Fiquei sabendo em pesquisas feitas em sites que a obesidade é a 2ª maior causa de morte evitável no mundo, perdendo só para o cigarro? Dá pra imaginar isso? Morre MUITA gente por causa da obesidade, por causa das doenças causadas pela obesidade. Se você fizer a cirurgia com uma boa equipe, e seguir rigorosamente TODAS as orientações médicas você corre muito menos risco de morrer pela cirurgia do que por alguma doença causada ou agravada pela obesidade!!!

Você pode voltar a engordar depois da cirurgia?

SIM. Você pode engordar sim. Você precisa seguir a risca todas as orientações médicas de sua equipe, e uma delas é fazer exercício físico sempre, para o resto da vida. A cirurgia não é mágica, é apenas uma arma para ajudar a emagrecer, mas manter-se magro vai depender se seu esforço e mudança de hábitos, mudança de VIDA.

Quanto tempo a pessoa precisa ficar internada?

Eu ainda não operei, mas se tudo correr bem você vai ficar 2 a 4 dias internada, depende do critério do seu médico.

Você vai poder comer de tudo após a cirurgia?

Em seguida que você fizer não. Haverá uma forte restrição alimentar, você tomará apenas líquidos nos primeiros 15 dias, e pastosos por mais algum tempo. Esse tempo ainda não posso dizer pra vocês porque ainda não operei, e varia um pouco dependendo do tipo de procedimento que você vai fazer. Eu recebi somente minha dieta líquida!
Passado o tempo que o nutricionista achar necessário ele vai ir liberando algumas coisas, e chegará um dia que não haverá restrição nenhuma. Ocorre que você precisará ter bom senso, se comer como comia antes vai engordar, precisará controlar. E também acontece que alguns gastroplastizados passam a não conseguirem comer determinados alimentos, mas isso você só saberá na prática, não é igual pra todo mundo.

A pessoa operada perde cabelo?
Sim, depois de uns 4 meses de cirurgia a pessoa perde muito cabelo, mas não fica careca. Quanto melhor for sua alimentação melhor você vai contornar esses efeitos colaterais da cirurgia.

Você vai ter que tomar medicamentos depois da cirurgia?

Vai sim. Após a cirurgia você tomará algumas vitaminas porque com a alimentação normal não será capaz de suprir todas as necessidades do organismo. Depois, com o tempo você vai fazendo exames, e de acordo com os resultados o médico poderá manter alguns e retirar outros.

Todos os operados sofrem muito com vômitos?

Nem todos. Já ouvi falar de pessoas que nunca vomitaram por causa da cirurgia.

Quantos quilos você precisa ter para poder fazer a cirurgia pelo convênio?

Seu IMC (índice de massa corporal) dever ser igual ou superior a 40. Ou você pode ter IMC entre 35 e 39 e ter outras comorbidades, que são doenças que poderão ser agravadas com a obesidade, como diabetes, pressão alta, problemas de coração, essas coisas.

Tem que emagrecer antes da cirurgia?
Depende, se a pessoa está muito acima do peso tem sim, até para diminuir os riscos. qualquer pessoa que faz uma cirurgia corre riscos, mas o obeso por exemplo tem 30% a mais de chance de ter embolia pulmonar do que um paciente que está em seu peso ideal. Quando a pessoa está com IMC muito acima de 40 o médico pede que ele perca um pouco de peso, mas logicamente não é muito, porque se a pessoa conseguisse emagrecer muito não estaria fazendo a cirurgia!

Quanto você vai poder ingerir de alimentos ou líquidos de uma só vez depois da cirurgia?
Você vai poder ingerir 200 ml de uma vez. Até 250 ml você aguenta, mas para não correr o risco de dilatar o estômago novo você deve ingerir sempre 200 ml no máximo.

Quanto tempo depois da cirurgia podemos tomar chimarrão?

Mais uma vez digo que vai depender de sua equipe médica, tem que ser o tempo que sua nutri liberar. Conversei com uma amiga de facebook que a  nutricionista dela pediu que esperasse  6 meses, pra cicatrizar bem o estômago, e pra não ficar enchendo o estômago de líquido nessa fase tão crucial que são os primeiros meses.

Quanto tempo depois da cirurgia podemos praticar exercícios físicos?

Essa cirurgia não é do tipo que requer repouso absoluto, principalmente quando for por vídeo, então o médico manda que a gente caminhe já desde que vamos pro quarto, assim que passa totalmente o efeito da anestesia. É recomendado que a gente caminhe todos os dias um pouco, devagar, sem esforço, e não passe o dia deitado, é pra deitar somente na hora de dormir. A hora de começar a praticar exercício físico pra valer vai depender do médico e de sua evolução. Nunca façam nenhum tipo de exercício sem autorização do seu médico. O ideal é procurar um profissional de Educação Física para que faça um acompanhamento e indique quais exercícios são ideais para você!

Sentimos fome depois da cirurgia?

Nos primeiros meses a maioria diz que não sente nadinha de fome, apenas vontade de comer algumas coisas. Mas com o passar do tempo acho que o organismo aprende a produzir novamente a tal grelina (hormônio da fome) e a gente volta a sentir sim.  O bom de tudo é que nos satisfazemos com muito menos comida do que antes.